C.R.A.Z.Y.

Excelente filme quebequense sobre a temática homossexual. Numa família que só produz filhos homens, um deles vai descobrindo uma tendência homossexual que se confirma dia após dias apesar de todos os conflitos e obstáculos. A abordagem é realista, mostra uma mãe compreensiva, irmãos intolerantes e um pai em permanente conflito para aceitar esse filho, que, afinal, ele ama como os demais.

A tradução não foi problemática, exceto por alumas frases realmente « carregadas » de sotaque daqui. Quanto aos palavrões eucarísticos, que nos fariam rir, optei por traduzi-los de maneira mais branda, porque continuo achando que nada é mais baixo do que o baixo calão brasileiro.

Commentaires:

Laisser un commentaire

«
»